in Mulher cristã

Somos verdadeiramente fortes quando reconhecemos nossas fraquezas

at
somos-verdadeiramente-fortes-quando-reconhecemos-nossas-fraquezas

Somos verdadeiramente fortes quando reconhecemos nossas fraquezas. Talvez, isso soe um tanto contraditório no primeiro momento, mas trata-se de uma verdade, muitas vezes, mal compreendida e ignorada. Em tempos que ouvimos discursos do quanto somos independentes e fortes por si mesmas, nossa compreensão acerca de nossas fraquezas e pecados pode tornar-se deturpada por muitas de nós.

O apóstolo Paulo, em 2 Coríntios 12, relata a sua experiência ao ser arrebatado ao terceiro céu. Para que ele não se vangloriasse diante dos homens, foi lhe dado um espinho na carne, com a permissão de Deus. Para muitos, não se sabe ao certo o que de fato era esse espinho, apenas que causava grande sofrimento a Paulo. Três vezes ele pediu ao Senhor para que o espinho fosse tirado, mas a resposta ao apóstolo foi a seguinte: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza.” (v. 9)

A resposta do próprio Deus à Paulo desfaz qualquer afirmação equivocada e egocêntrica de que somos independentes sem Ele e do quão vergonhoso é reconhecer nossas fraquezas e pecados. O apóstolo, sendo falho, poderia ter agido com tamanha ingratidão após seu pedido ter sido recusado por Deus, no entanto, o que ele escreve a seguir é uma das mais belas passagens bíblicas acerca de nossas fraquezas: “Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim. Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias.” (v. 9-10)

Como é possível um homem que sofria contantes perseguições e grande sofrimento de seu espinho na carne, alegrar-se nas fraquezas? Diferente do que nos é dito e ensinado, que bastamos a nós mesmas e somos poderosas, Deus nos mostra, através de Paulo, que nada podemos sem a Sua graça. Há um sentido muito mais profundo e verdadeiro quando compreendemos isso. Paulo compreendeu e escreveu: “Pois, quando sou fraco é que sou forte.” (v. 10.) Ele sabia que era a graça de Deus, e somente a graça de Deus, que o tornava forte, e não porque havia em si mesmo alguma força.

A Palavra de Deus, a qual deve conduzir nossa vida, nos ensina que somos verdadeiramente fortes quando reconhecemos verdadeiramente nossas fraquezas e pecados. Não bastamos a nós mesmas, mas é a Graça de nosso Senhor que nos basta. Essa é a nossa verdadeira força.

Share:
Laureane Antunes

Laureane Antunes

Cristã e tenho 22 anos. Sou criadora do blog Alma com Flores, no entanto, se não fosse pela Graça de Cristo, nada disso seria possível. Apenas em meu Salvador posso florescer.

2 Comments

  1. Ci Santos

    Muito bom

    18 . jun . 2019
  2. Nati Freitas

    Impossível não chorar ao ler essa mensagem.

    19 . jun . 2019

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *