in Amizade

Querido Jack

at
querido-jack

Querido Jack,
Apesar de você ter partido e esteja com nosso Senhor, sinto como se fosse um querido e velho amigo meu, ou até mesmo a figura de um pai. Isso é tão possível quanto parece. Suas palavras, as quais tenho lido, têm sido de grande conforto para o meu coração. Se houvesse a possibilidade, no mínimo eu enviaria o que aqui estou escrevendo como uma carta endereçada não somente a você, mas também a Joy, ou melhor, os convidaria para uma conversa.

Mas o fato é que eu não posso e Joy havia partido de sua vida quando escreveu a respeito de seu luto e sofrimento. Devo dizer que em certo momento, enquanto lia, eu não pude evitar aquelas lágrimas. É possível que, assim como com você, Deus esteja fazendo uma experiência com minha fé e meu amor para testar sua qualidade e eu possa conhecê-los? É possível que o meu templo também fosse um castelo de cartas e Ele precisou colocá-lo abaixo para que eu pudesse compreender isso? Talvez, assim como você escreveu, meus gritos repetidos por socorro tenham me deixado surda à voz de Deus, e para ser sincera, eu estou exausta de me debater.

Meus pedidos de socorro se tornaram sussurros em meio às lágrimas enquanto minha alma, coração, mente e espírito se prostram em Sua presença, pois somente assim terei o socorro que preciso. Querido Jack, a vulnerabilidade de amar não me assusta, pelo contrário, o amor é uma dádiva divina para aqueles que estão firmados em Cristo, o que me assusta é o quão indiferente, frio e insensível um coração pode se tornar. E o que se faz com um coração assim? O convite para o desprezo é atraente, mas para o Eros tão repudiante e negado quanto. Não há qualquer base sólida para o Eros sem que haja perdão. De fato, o perdão é um dos milagres do amor.

Mas, Jack, como? Como ser forte o bastante para lidar com tanta frieza e indiferença? Seriam essas as provações? Seria esse o momento em que eu poderia compreender a ofensa que é quando Cristo bate em minha porta e eu não estou disposta a abrir, e que por causa do pecado eu passe a ver o amor como algo completamente comum porque o tenho com frequência e o deixe de ver como algo especial? Jack, o quão doloroso pode ser a falta? A partida de Joy, a dor, o vazio, a saudade, o amor, o quão doloroso pode ser? Bem, eu paro por aqui, por enquanto. Sinto que eu estou emocionada muito mais do que o esperado. E, Jack, eu agradeço por cada palavra escrita por você, até mesmo aquelas que demonstram uma dor profunda. Prometo a mim mesma que no dia em que eu disser “Sim”, suas palavras estarão tão presentes em minha vida quanto agora.

Com carinho, A.

Share:
Laureane Antunes

Laureane Antunes

É cristã, estudante de Letras Português e tem 20 anos. Criadora do blog Alma com Flores, tem fé de que nos braços de Cristo podemos florescer.

7 Comments

  1. Estefany Raiane

    Que lindo !! Gostaria de saber o nome do livro?

    10 . nov . 2018
    • Laureane Antunes
      Laureane Antunes

      A anatomia de uma dor, de C. S. Lewis.

      11 . nov . 2018
  2. thay

    isso foi um acontecimento real? ou uma história, do livro que você citou acima?

    20 . nov . 2018
    • Laureane Antunes
      Laureane Antunes

      São partes do livro que citei, mas são reais, de fato aconteceram com o autor.

      21 . nov . 2018
  3. Selma Duarte Reis

    Parabéns que Deus te abençoe ricamente!!!!🌿🌱

    21 . nov . 2018
  4. Edna Alves

    Amo seu blog.
    Parabéns!

    23 . nov . 2018
  5. Letícia

    Uauuuu !!! Quando vi o nome Jack imaginei q fosse do livro do C.S , lindas palavras o livro é maravilhoso. Parabéns!!

    01 . dez . 2018

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *