in Devocional

Eu oro porque a necessidade flui de mim todo o tempo

at
eu-oro-porque-a-necessidade-flui-de-mim-todo-o-tempo

Em tempos que tenho me dedicado em confiar verdadeiramente mais em Deus, para ser sincera de uma maneira como nunca antes, sabendo da minha necessidade e das minhas falhas, eu sinto em escrever por mim, ainda que não facilmente, e para Ele. Uma de minhas músicas favoritas diz em um dos seus trechos: “A única coisa que está me segurando são as orações”, e a cada vez que a ouço – são muitas as vezes – penso no quanto tenho vivido isso. São muitos os momentos em que é difícil ter fé de que sou amada incondicionalmente por Deus, apesar de meus pecados. Assistindo a uma ministração do pastor Paul Washer, chamada “O amor de Deus por você”, ele diz algo que nunca irei esquecer: “O maior ato de fé de um cristão não é ressuscitar os mortos, mas se olhar no espelho da Palavra de Deus, ver pecados e falhas e, ainda assim, crer por fé que Deus o ama tanto quanto Ele diz que o ama”. Mas não é apenas isso, não é apenas esse amor incondicional, mas é saber que eu, miserável pecadora, posso me achegar a Deus em oração e chamá-lo de Pai. É saber que eu, falha como sou, posso estar na presença de um Deus perfeito e apenas chorar quando não me sinto forte o bastante para falar. Foram tantos os momentos em que eu não sabia se seria capaz de ficar bem, e ao falar com Deus em oração, Ele me consolava e confortava, dando descanso ao meu coração aflito. Eu espero nunca esquecer as palavras, que são um ensino, do querido C. S. Lewis: “Eu oro porque eu não posso me ajudar. Eu oro porque estou desamparado. Eu oro porque a necessidade flui de mim todo o tempo – acordado e dormindo. Isso não muda Deus, isso me muda.” O que mais eu poderia dizer? Eu oro porque não sou capaz de suportar esse mundo sem meu Deus. Eu oro porque minha vida depende disso. “O que não pode ser vencido através da oração?” Nada. Tudo está sob o poder d’Aquele que tudo tem para sua glória.

Share:
Laureane Antunes

Laureane Antunes

É cristã, estudante de Letras Português e tem 20 anos. Criadora do blog Alma com Flores, tem fé de que nos braços de Cristo podemos florescer.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *