Quando tudo estiver muito difícil, a dor estiver quase não suportável e você estiver se sentindo como se estivesse sendo abandonado, não se esqueça de que um dia isso tudo irá acabar. Mas enquanto não acaba, não desista. Eu sei que, às vezes, a vontade de desistir surge e a força para continuar para se esgotar. Sei que é difícil sorrir quando as coisas parecem desandar, quando um amigo vai embora, quando alguém que amamos nos trai, mas não perde a esperança e a fé.

Talvez, você até diga: “Deus, até quando isso irá durar? Eu só quero que essa dor acabe, só isso. Eu imploro”. Os dias estão cada vez mais difíceis, o desânimo tem batido na sua porta e então você fecha os olhos, respira fundo, enxuga as lágrimas e diz para si mesmo: “Aguenta só mais um pouquinho, Deus está cuidando de tudo, como sempre cuida”.

Quando o desespero e o medo fizerem o seu coração se tornar ainda mais fácil de ser ferido, lembre-se do que Deus diz: “Por isso, não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; eu o segurarei com a minha mão direita vitoriosa.” Quando todas as portas estiverem fechadas, olhe para Deus e veja a chave de cada porta nas mãos dEle. Ferida alguma é grande demais que Deus não possa sarar, assim como dor alguma é pequena demais que Deus não venha se importar.

Só mais um lembrete, quando achar que a sua esperança está se tornando a cada dia menos forte e os seus pés estiverem cansados e machucados de tanto caminharem, diga a Deus como se sente. Ele é especialista em fortalecer o coração enfraquecido.

*O meu primeiro livro “Para a vida e para o amor: Uma boa conversa, por favor”, já está sendo vendido. Compre o seu clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here