Eu sei que depois da tempestade, vem a calmaria e sei que Ele tem poder para acalmar o meu coração. Sei que, às vezes, a gente pensa em desistir e os problemas parecem fazer morada em nós. Sei que, às vezes, depois de tanto se machucar, a gente cansa de acreditar nas pessoas, mas também sei que as coisas vão dar certo um dia. É difícil, entretanto, seguir em frente com um coração partido e como dói lembrar daquele adeus.

Eu já achei que ia dar certo e não deu, apostei todas as minhas fichas em quem era vazio demais para transbordar. E como resultado me decepcionei e achei que eu fosse o problema e que, talvez, eu precisasse mudar isso ou aquilo. Tentei me encaixar em padrões e busquei em vão a aprovação e a admiração de quem não sabe de valores. Me enganei e como resultado me decepcionei mais uma vez. Mas eu sei que o que Deus tem para mim é muito maior do que as dores e as feridas que ganhei.

Entendi que os meus sonhos são pequenos demais comparados ao que Ele tem para mim. Eu não sei os planos de Deus, ainda não descobri os meus dons e nem sei dos meus talentos, mas dizem que o meu sorriso traz paz e que o meu abraço é confortante. Então, comecei a sorrir mais e abraçar as pessoas como quem oferece abrigo. Não sei se acredito no amor como eu acreditava antes, mas, talvez, isso seja um resquício de uma alma ferida. Talvez, eu precise de um tempo para mim, preciso colocar as coisas no lugar e deixar Deus agir, Ele tem o melhor pra mim.

Então, depois de entender que por mais que as coisas fujam do meu controle, elas permanecem rigorosamente sob o controle de Deus, se Ele estiver pilotando a direção da minha vida. Chega de atalhos e enganos. Eu não preciso estacionar nos meus medos e inseguranças e fazer morada ali. Eu posso alçar voo. Então, ao invés de querer organizar toda a bagunça que há em mim e querer incessantemente as respostas, eu preferi descansar nEle. Eu repousei os meus anseios e aprendi que, às vezes, a gente precisa parar de olhar para trás e carregar aquele fardo do passado que só nos faz tropeçar. E eu quero avançar.

Eu sei que, quanto ao amor, as minhas teorias e padrões fizeram com que eu me frustasse. Então, eu abandonei o meu conceito exagerado e deixei Deus me mostrar o que é o amor, afinal, Ele é o próprio amor. Deixei em suas mãos porque quero sentir ao invés de imaginar, porque quero me surpreender ao invés de me decepcionar. Quero muito e o muito vem de Deus. Aprendi depois de tantos tombos que um coração machucado fica desacreditado, ele se fecha e você não consegue entregá-lo a mais ninguém. Aprendi, então, a entregá-lo a quem jamais me devolveria em pedaços, entreguei a quem poderia restaurá-lo de minhas feridas. Entreguei o meu coração em oração a Deus e aprendi que quem desejá-lo o ter, deverá buscar a Ele para encontrá-lo. (Inspiração da frase magnífica de C.S. Lewis)

Então, Deus enxergou o que ninguém via em mim. Ele entendeu o que ninguém entendia. Ele curou o que ninguém podia curar. Ele sabia que toda aquela amargura era resultado de tantas mentiras e enganos. Ele sabia que eu não queria vestir toda aquela armadura, mas que era apenas uma forma de me defender. Ele me ensinou o que demorei a compreender: “Que não podemos desistir de nós mesmos e que devemos sempre prosseguir. Se existe alguém para nos machucar, existe alguém para nos curar.”

Abandonei os meus sonhos de menina, minhas ideias errôneas sobre a vida e sobre o amor. Prefiro trilhar os caminhos dEle do que me perder nos meus. Realmente, não sei o que Deus quer para mim, eu só sei que Ele quer o melhor.

10 COMENTÁRIOS

  1. Cheguei aqui atráves de uma amiga, que me marcou, espero que eu consiga um dia usar a minha dor como testemunho para ajudar ouras pessoas. Suas palavras me ajudaram nesse dia, memso voc~e não sabendo a intenssidade do que eu passo e enm eu do que você passou, mas vi que é uma serva que me mostrou mais um avez da grandeza de nosso Deus. que Deus continue usando :*

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here