Com o coração aberto e a alma repleta de poesia, Marcela Taís, lança seu novo CD “Moderno à moda antiga”. Se suas canções como “Menina não vá desanimar” e “Não tenho o dom” acalentavam a alma de quem as ouvia, as novas canções irão acalentá-las ainda mais. Marcela Taís faz a união de Fé e Poesia não apenas em suas canções, mas em seu estilo de vida. Se amor tivesse cheiro, certamente, ela exalaria o amor de Deus. “Num mundo de iguais, eu sou diferente”, Marcela canta em uma de suas canções…

A primeira canção que ouvi do seu novo CD chama-se “Ame mais, julgue menos”, confesso, me apaixonei no mesmo instante pela letra. Em um mundo onde julgar se tornou algo tão comum, Marcela Taís nos ensina que todos nós temos nossas guerras, nossas perdas, nossas dores, e que amar ultrapassa julgamentos. Outra canção da qual me cativou chama-se “Pequenas alegrias”, que especialmente me fez rir bastante. “Cantar debaixo do chuveiro, dançar na frente do espelho. Encontrar velho amigo, apertar plástico bolha, ficar um tempo à toa”, esse pequeno trecho traz à memória imagens da infância, o que, certamente, traz um gostinho de nostalgia.

A canção da qual mais se repetiu em minha Playlist chama-se “Sou diferente”, em que há a participação especial de Paulo César Baruk. “Não sigo boatos, modismo ou teorias. Eu sigo fatos, Jesus Cristo e a Bíblia. Me chamem de careta, cristão ou crente, num mundo de iguais eu sou diferente”, apesar de a canção ser a mais repetida em minha Playlist, não afirmo que seja a minha favorita, pois todas as canções têm um toque de poesia, o que torna difícil escolher apenas uma só, por isso, todas são minhas favoritas.

O novo CD está disponível nas lojas e permanece entre os mais vendidos no ITunes (https://itun.es/br/cOyt7). Então, tenha “Muita calma nessa alma”, compre o CD e tenha suas “Pequenas alegrias”. Seus dias serão cheios de poesia. O amor de Deus irá envolver sua alma de uma maneira tão poética que você irá se sentir diferente, assim como eu me senti, e ainda sinto.

“Ninguém sabe a dor que o outro passou. Ninguém sabe as lutas que o outro lutou.”

RECOMENDAMOS


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here